Drogas eliminam sentimentos

Espalhe essa notícia:

“Mãe abandona filha de dois anos para usar drogas, em Chapecó, Santa Catarina” https://omunicipioblumenau.com.br/mae-abandona-filha-de-dois-anos-para-usar-drogas-em-chapeco/

Fato desumano , porém,realidade como prova notícia publicada em site de Santa Catarina. Como esta manchete, outras notícias provam que o uso de droga elimina sentimentos, tornando o dependente capaz de qualquer coisa para manter o vício:

“Mãe de bebê de 2 anos, socorrido desacordado por tomar bebida alcoólica e inalar fumaça de maconha, admitiu durante depoimento que deixou o filho com a irmã de 11 anos para ir beber com uma amiga. Depois, levou vodca para a casa e foi dormir deixando a criança na companhia de adolescentes que fumavam maconha. Foi em Campo, capital de Mato Grosso do Sul “

https://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/mae-confessa-que-levou-vodca-para-casa-bebe-e-irma-vao-para-abrigo

-“É como se fosse legalizado o uso de drogas nas universidades do Sudeste.Em universidades do Rio, de São Paulo e Minas, as substâncias ilícitas consumidas vão além da maconha”
https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/e-como-se-fosse-legalizado-o-uso-de-drogas-nas-universidades-do-sudeste-0ypkb2j0cth3ytojwa3ocljvk/

-“Cinco pessoas de uma mesma família foram presas após publicarem um vídeo em que uma criança de 1 ano aparece fumando maconha. A Polícia Civil prendeu em flagrante dois adultos e apreendeu três adolescentes. O caso aconteceu em São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo.” https://www.reportermt.com.br/nacional/familia-e-presa-apos-obrigar-crianca-de-1-ano-a-fumar-maconha/92099

-“Cheguei a roubar e me prostituir: as histórias de usuários de crack na classes média e alta” https://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/cheguei-a-roubar-e-me-prostituir-as-historias-de-usuarios-de-crack-na-classes-media-e-alta.ghtml

-“78% das mortes violentas registradas em Curitiba são relacionadas ao tráfico ou uso de drogas, segundo a delegada da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Camila Cecconello.” https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2019/09/23/78percent-dos-homicidios-em-curitiba-sao-relacionados-ao-trafico-ou-uso-de-drogas-diz-delegada.ghtml

USO DE DROGA PREJUDICA O CÉREBRO

Prejuízos e sofrimentos das famílias de dependentes de drogas porque o uso muda de tal forma o funcionamento do cérebro, que torna prioridade usar cada vez mais e sempre aumentando as quantidades. É doença do cérebro, adverte a Organização Mundial da Saúde.

LEI GARANTE INTERNAÇÃO

Se as famílias não protestarem em suas redes sociais e exigirem em seusmunicípios o cumprimento da nova lei em vigor, a 13.840, que autoriza internação de dependentes em hospitais do SUS, até com internação involuntária, continuaremos assistindo ao aumento de cracolândias e banalização de uso de drogas em todo o país. Determina a nova lei, a 13.840/2019, “a proibição de drogas em todo o território nacional” e tratamento do usuário” ou dependente de drogas em uma rede de atenção à saúde, com prioridade para as modalidades de tratamento ambulatorial, incluindo excepcionalmente formas de internação (voluntária e involuntária) em unidades de saúde e hospitais gerais nos termos de normas dispostas pela União ” Famílias, façam valer essa lei, é um direito garantido pela lei federal. 13.840, em vigor desde junho deste ano.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2019/lei/L13840.htm