Vereador do DEM é flagrado pela polícia em BH com maconha na cueca e investigado por receptação

Espalhe essa notícia:

“Vereador  Edvane Machado, de Catas Altas, do DEM, foi preso pela Polícia Militar, na madrugada de sábado (23), em Belo Horizonte, por suspeita de receptação com agravante de porte de drogas, maconha na cueca”, INFORMAM o Portal G1 e os sites O POPULAR, MAISMINAS e POR DENTRO DE MINAS . Catas Altas é município de Minas Gerais, a 119 quilômetros da capital, Belo Horizonte, e com apenas 5.376 habitantes , segundo o IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica

É revoltante constatar que quem deveria dar o exemplo, já que foi eleito para cumprir as leis, é flagrado com maconha,droga proibida no Brasil por causar doenças graves, além de ser investigado por receptação. Mais grave ainda: Nesta manhã, liguei ao Diretório Estadual dos Democratas , em Minas Gerais e, apesar do flagrante com registro no sábado pela Polícia, noticiado pela imprensa, recebi a informação que “ o DEM ainda não tem conhecimento do caso.” Na Câmara dos Vereadores de Catas Altas, fui informada que “somente o assessor de imprensa pode responder.” Enviei também e-mail e aguardo resposta para publicação.

Polícia apreendeu maconha, dinheiro e aparelhos eletrônicos com vereador de Catas Altas — Foto: Reprodução/TV Globo no G1

Os sites contam que “segundo a PM, o vereador do DEM estava com maconha escondida na cueca. E disse que comprou a droga pelo valor de R$ 80 de um traficante na região Norte da capital mineira. Dentro do carro, havia ainda uma televisão e um computador sem notas fiscais, que o vereador relatou ter comprado de um homem conhecido como Malaco por R$ 250. No carro havia outra pessoa, que afirmou ter adquirido o computador de um homem chamado Leleco. Segundo a polícia, Malaco e Leleco são conhecidos por passagens por tráfico de drogas naquela região.” Por isso foram acusados de receptação,crime previsto no artigo 180 do Código Penal:“ adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime”.

O vereador e o outro rapaz no carro assinaram Termo Circunstanciado de Ocorrência e foram liberados. A Polícia anunciou aos repórteres que irá investigar o caso.

https://www.opopularjm.com.br/vereador-que-foi-preso-com-maconha-na-cueca-diz-que-comprou-droga-em-bh/

https://pordentrodeminas.com.br/noticias/gerais/2019/11/vereador-de-catas-altas-e-preso-com-maconha-na-cueca-no-bairro-tupi-em-bh/

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/11/23/vereador-de-catas-altas-e-preso-com-maconha-na-cueca-em-bh.ghtmlhttps://maisminas.org/vereador-de-catas-altas-e-preso-com-maconha-escondida-na-cueca/