Deise Tavares:”Por que é difícil para o governo PROIBIR pancadão?

Espalhe essa notícia:

“Difícil entender…como ainda conseguem permanecer com esses eventos chamado de PANCADÕES…isso não existe.. autoridades de todo país deveriam ter consciência, se faz tantos movimentos..e parece que algo está emperrando a proibição definitiva deste tipo de manifestação, inclusive de músicas com palavrões e incitação ao crime..e os produtores e cantores?.Por que não são punidos? É comércio ilegal de todos os tipos de drogas.”

Protesto de DEISE TAVARES, Diretora do Conseg- Conselho de Segurança e também Coordenadora do Amor Exigente em Cidade Ademar, distrito que reúne 37 bairros na Zona Sul da cidade de São Paulo, onde vários pancadões são realizados sem nenhum ação eficaz da Prefeitura.

PANCADÃO é um“tipo de baile ao ar livre, que causa o bloqueio de ruas, além do comércio de bebidas para menores, sexo entre adolescentes e tráfico de drogas – tudo isso facilitado pelo aglomerado de pessoas, entre outros problemas.” A definição é do Coronel Camilo, autor da LEI ESTADUAL 16.049/2015, que proíbe esse tipo de festa, que bloqueia rua com carros parados e som no último volume, eliminando o direito dos moradores terem tranquilidade em suas casas e ruas.

DEISE TAVARES DEFENDE:

“ Governo Federal, estadual e municipal e todos os departamentos de segurança devem falar a mesma língua. Deveriam num momento desses esquecer eleições, certas convenções, articulações políticas e pensar no futuro do país, na orientação, prevenção, rigidez em relação às famílias, jovens quando se tratam de assuntos como esse dos pancadões, e falta de comportamentos positivos em nossa sociedade.
Mudança do ECA deve ser urgente…começando por aí, não podemos deixar que marginais e pessoas menos esclarecidas afrontem as autoridades de forma tão negativa.Precisam, com urgência, mudar esse quadro.”