“Som alto como do pancadão pode causar até lesões irreversíveis à audição”

Espalhe essa notícia:

Qual a consequência do som alto do pancadão para a audição? Três respostas da Sociedade Brasileira de Otologia ao Diário Antidrogas. Otologia é a área da Otorrinolaringologia que trata das perdas auditivas e infecções (otites):

CONSEQUÊNCIA: “A exposição a ambientes com barulho excessivo pode comprometer seriamente a audição. Sons com intensidade igual ou maior do que 85 decibéis podem gerar danos irreparáveis.É possível que ocorram lesões na membrana timpânica e nos ossículos do ouvido. Em situações mais graves, pode haver lesão da porção mais interna do ouvido e, com isso, determinar lesões auditivas irreversíveis. Lesões que acometam a membrana timpânica e ossículos podem ser tratadas com cirurgia, enquanto as lesões na porção mais interna dos ouvidos causam danos irreversíveis e o tratamento é mais complexo e com resultados muito limitados.
Para que a pessoa saiba se o ambiente está com volume excessivo e gerando riscos é importante prestar atenção a alguns detalhes: em tendo dificuldades para entender o que um interlocutor nos diz, ou então, se ao falarmos necessitamos aumentar a intensidade da voz, estaremos em um ambiente sonoro insalubre.”

SÃO FREQUENTES CASOS DE PERDA AUDITIVA PELOS RUÍDOS DE CAIXAS DE SOM SUPER-POTENTE COMO AS USADAS EM PANCADÕES? “Não há estudos disponíveis capazes de comprovar tal afirmação, porém, levando-se em conta a exposição excessiva a sons com intensidade muito acima do recomendável, é possível acreditar que efeitos maléficos estejam comprometendo a saúde auditiva dos jovens que frequentam esses ambientes. O dano pode não ser imediato, mas resultar em problemas auditivos a médio e longo prazo.”

´HÁ OUTROS RISCOS À SAÚDE CAUSADOS PELO SOM ALTO?

“Um problema de audição interfere diretamente na habilidade de se comunicar e a perda auditiva resulta em significativa diminuição na qualidade de vida da pessoa como um todo. Por isso é fundamental a conscientização sobre a importância em cuidar bem dos sentidos e, ao sinal de qualquer problema, procurar por ajuda especializada para identificar o motivo, definir o tratamento adequado e resolver a questão antes que o quadro se agrave ainda mais.”

http://www.sbotologia.org.br/

“PANCADÃO é tipo de baile ao ar livre, que causa o bloqueio de ruas, além do comércio de bebidas para menores, sexo entre adolescentes e tráfico de drogas – tudo isso facilitado pelo aglomerado de pessoas, entre outros problemas.” Definição do Coronel Camilo, autor de duas leis que proíbem pancadões em São Paulo. A lei municipal a 15.777/ 2013 e a estadual 16.049/2015. Segundo a Polícia Militar, 250 pancadões são realizados por semana na cidade de São Paulo.