Psiquiatra Quirino Cordeiro Júnior:“Ludmilla cantando Verdinha de manhã na TV Globo colocou em risco crianças e adolescentes “

Espalhe essa notícia:

Foi no horário em que crianças e adolescentes assistem a programas de tevê, que a música “ Verdinha” , de Ludmilla com Major Lazer e o dominicano Topo La Maskara foi apresentada no programa “Encontro com Fátima Bernardes” na TV Globo. Exatamente o público-alvo da indústria da maconha no Brasil, denunciou o Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, do Ministério da Cidadania, psiquiatra Quirino Cordeiro Júnior. no programa “Metrópole em Foco”, do jornalista Pedro Nastri, segunda-feira, na rádio Trianon AM. Respondendo à pergunta do presidente da Federação de Amor-Exigente, Miguel Tortorelli, o doutor Quirino Cordeiro Júnior alertou:

Psiquiatra Quirino Cordeiro Júnior, Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção ás Drogas, do Ministério da Cidadania

“Com a apresentação de Verdinha , Ludmilla levou informação de incentivo ao uso da maconha para crianças e adolescentes, que não têm discernimento para entender os graves riscos dessa droga. E, pior ainda, na faixa etária de maior risco para as graves consequências do uso de maconha: psicose, depressão e suicídio.”

Verdinha, de Ludmilla, como ponta do iceberg de um lobby gigantesco da indústria da maconha no Brasil”, foi o tema do programa “Metrópole em Foco” que teve , a participação ao vivo, por telefone do Ministro da Cidadania, Osmar Terra, direto de Brasília. No estúdio, Pedro Nastri , doutor Quirino Cordeiro Júnior, o Presidente da Federação de Amor-Exigente, Miguel Tortorelli e o especialista em segurança pública, Célio Egídio . Tive o privilégio de participar como Editora do Diário Antidrogas e autora do livro “Guerra pela vida- A campanha da Jovem Pan contra as drogas”.

O SECRETÁRIO QUIRINO CORDEIRO JÚNIOR CHAMOU A ATENÇÃO PARA O LOBBY DA FUNDAÇÃO AMERICANA OPEN SOCIETY QUE FINANCIA ENTIDADES PARA DEFENDEREM A LIBERAÇÃO DAS DROGAS NO BRASIL E DESCREVEU OS RISCOS COMPROVADOS DO USO DE MACONHA. ELE RESPONDEU ÀS PERGUNTAS DO PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO DE AMOR -EXIGENTE, MIGUEL TORTORELLI: