“Maconha sintética causa internações em SP”

Espalhe essa notícia:

Conhecida como Spice ou K2, é material vegetal borrifado com produtos químicos ou outras substâncias que são vendidas em pequenos pacotes coloridos. Jovens em estado grave pelo uso de “maconha sintética” já foram internados na Clínica Greenwood , em São Paulo. O diretor da Greenwood, psiquiatra Pablo Roig descreve os efeitos dessa droga:

“Alucinações,ansiedade,paranoia,náusea,taquicardia, além de prejudica os rins e ter risco para overdose.”

Overdose por “maconha sintética”


Vários casos de overdose causada por “maconha sintética” foram denunciados pela imprensa nos Estados Unidos: “Pessoas inconscientes caindo no chão, outras vomitando e algumas letárgicas, ou seja, com pulsação, respiração e batimentos cardíacos praticamente imperceptíveis.” Assim foram encontradas 76 pessoas vítimas de overdose causada pela “maconha sintética num parque de Connecticut perto da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, informava a Agência Associated Press. Profissionais de saúde e assistentes sociais também socorreram as vítimas, levadas para hospitais locais. Retrato da grave crise causada pelo uso de drogas nos Estados Unidos em 16 de agosto de 2018, dia em que se somaram outros 20 registros de overdose. A Associated Press alertou: “no início de,2018, mais de 160 pessoas ficaram gravemente doentes em Illinois e quatro morreram depois de usar maconha sintética contaminada com veneno de rato”.