Fato inédito:reunião de Secretário de Saúde com mãe de dependente, Jani Xavier

Espalhe essa notícia:

Foto:Jani Xavier

Fato inédito no Brasil. Pela primeira vez, uma mãe de dependente de droga é convidada para reunião com Secretário de Saúde no Brasil. A mãe é Jani Xavier e o encontro será amanhã, segunda-feira, em Cotia, cidade paulista a 36 quilômetros da capital, com o Secretário Municipal de Saúde, Magno Sauter Ferreira de Andrade Junior. O objetivo da reunião, conta Jani Xavier ao Dário Antidrogas, é “ mostrar ao Secretário a necessidade das famílias de encontrarem na rede pública de Cotia tratamento e internação para os filhos dependentes, conforme determina a lei federal 13.840/2019. Jani também irá enfatizar ao Secretário a necessidade urgente de campanhas de prevenção nas escolas da cidade e a valorização, como fez o governo federal, dos grupos de mútua-ajuda, como a Federação de Amor-Exigente e a Pastoral da Sobriedade na assistência às famílias.”

Secretário Municipal de Saúde em Cotia, Magno Sauter Ferreira de Andrade Junior

“300 histórias reais de mães de dependentes de Cotia e do Brasil”

Jani Xavier vai levar ao Secretário “300 histórias reais de mães de Cotia e de todo o Brasil que têm procurado sua orientação e ajuda para internar filhos dependentes de drogas em cidades onde prefeituras, ignoram a lei federal 13.840/2019, e ainda adotam atendimentos nos CAPS com Redução de Danos, onde se pergunta ao dependente até de crack se quer OU não tratamento

Jani Xavier viveu essa humilhação, implorar inúmeras vezes na rede de Saúde de Cotia e de São Paulo o que tinha direito por lei: internar o filho na rede pública de Saúde . Sofreu a dor devastadora de ver filho desenvolver esquizofrenia por uso de maconha. E morrer aos 27 anos,sem recuperação, em 2017. Dor que até hoje ainda não superou. Motivo de se tornar a voz de mães que também atravessam o mesmo calvário em Cotia e em todo o País.

Ludmilla no vídeo de “Verdinha”

Jani Xavier foi a primeira mãe de dependente que criticou a cantora Ludmilla, autora e intérprete de “Verdinha”, música em que faz apologia ao uso , ao porte e à plantação de maconha, o que é proibido no Brasil. Gravei o vídeo de Jani contra Ludmilla no cemitério de Caucaia do Alto, em Cotia, ao lado da gaveta número 27 onde seu filho Jeferson está enterrado. Assista você também a este vídeo citado pelo então ministro Osmar Terra, divulgado por políticos em Brasília e que já está com o recorde de SEIS MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES NO BRASIL

https://

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *