Brasileiros contra a liberação da maconha

Espalhe essa notícia:

Sofrimento devastador. Frase que mães repetem, quando descrevem as consequências do uso de maconha por filho ou pessoa querida. Motivo de minha nova série no Diário Antidrogas, “Brasileiros contra a liberação da maconha”, para dar voz a mães, dependentes em recuperação e especialistas. Mães vão contar o que aconteceu com suas famílias. Dependentes em recuperação , como ficaram suas vidas. E especialistas, o que as pesquisas provam para manter proibido o uso dessa droga, que no Brasil já é fumada até por crianças. Série que assino como Editora do Diário Antidrogas e Porta-Voz da Frente Nacional contra a Liberação da Maconha e da Cocaína.

Deputado Campos Machado

A Frente foi criada em 26 de junho de 2017 pelo Deputado Campos Machado. E já conta com cerca de cem mil assinaturas de apoio em abaixo-assinado e mais de 600 moções de câmaras de vereadores em todo o país. A Frente é contra ação no Supremo Tribunal Federal que quer eliminar da lei antidrogas o artigo 28, que proíbe “adquirir, guardar, ter em depósito, transportar ou trazer consigo, para consumo pessoal, drogas”. Se este artigo for eliminado , estará autorizado no Brasil o porte e o uso de qualquer tipo de droga e oficializado o tráfico no Brasil.

A FRENTE TAMBÉM É CONTRA O SUBSTITUTIVO DO PROJETO DE LEI 399/2015, do PSB, PT e PSOL partidos que querem autorizar plantação de maconha em todo o país e também uso de maconha até na produção de alimentos.

COMO DEFENDEMOS NA FRENTE, liberar o uso da maconha e de outras drogas é colocar em em risco famílias, escolas, empresas , cidades e o futuro do País.