“Nunca desistam dos seus filhos”, ensina Maria Ivone, mãe exemplo na luta contra as drogas no Brasil

Espalhe essa notícia:

MARIA IVONE SANTOS MESQUITA é mãe exemplo no Brasil na luta contra as drogas. Ao descobrir que um dos seus filhos era dependente de drogas enfrentou discriminação, rejeição mas não desistiu. ‘Em 21 de abril 2006 alugou em Sobral, no Ceará, um sitio com recursos próprios e com ajuda do marido fundou o Instituto Beneficente Casa Belém tendo como primeiro acolhido, seu próprio filho. O Instituto Casa Belém já possui duas unidades alugadas , a Casa Belém – Unidade Masculina e o Lar de Ester – unidade feminina, e atendeu mais de 10.000 mil pessoas.’ HOJE, DIA DAS MÃES, A MENSAGEM DE IRMÃ IVONE, COMO PASSOU A SER CONHECIDA NA CIDADE DE SOBRAL:Não desistam, não desistam ,não desistam de seus filhos! Dobrem seus joelhos e peçam para Deus porque ele vai dar força . E façam seus filhos saberem que vocês nunca irão desistir deles”.

SUA HISTÓRIA

“Meu nome é Maria Ivone Santos Mesquita. Nasci em 30 de dezembro de 1958, na cidade de Sobral, no Ceará. Estudei em colégio estadual até o ensino médio e, depois, na Universidade Vale do Acaraú – UVA História e especialização em Pedagogia. Casei com Severino Ramos de Medeiros. Sou mãe de quatro filhos. E atualmente sou viúva. Trabalhei na Escola de Promoção Humana como professora, fui Educadora Social durante nove anos no FUNDO CRISTÃO PARA CRIANÇA – SAFS, onde articulei, acompanhei e trabalhei na construção de 40 casas populares. No Colégio Luciano Feijão fui Coordenadora Pedagógica durante dois anos. E depois, na FEBEMCE- Fundação Bem Estar do Menor no Ceará, durante um ano e meio como Educadora Social, orientando e acompanhando o desenvolvimento social, intelectual e afetivo dos menores nessa Unidade. Época em que também assumi a gerência da nossa empresa familiar, uma metalúrgica, conciliando com as atividades que já desenvolvia.”

“Para tratar meu filho dependente, criei o Instituto Belém”

Como mãe, não fiquei sem as provas difíceis da vida: um dos meus filhos se tornou dependente de drogas. Sofri, chorei, fui discriminada, rejeitada e até mesmo desafiada. Mas, paciente e determinada, busquei em Deus o socorro. Que chegou em 21 de abril de 2006, quando aluguei um sitio com recursos próprio e com ajuda do meu marido fundei o Instituto Beneficente Casa Belém. E o primeiro acolhido foi meu próprio filho, pela honra e glória do Senhor. Hoje, ele é um grande servo do Senhor, e contribui na condução do Instituto.”

10 mil acolhidos : homens, mulheres e adolescentes

“Hoje o Instituto Casa Belém possui duas unidades alugadas , a Casa Belém – Unidade Masculina e o Lar de Ester – unidade feminina, já atendeu mais de 10.000 mil pessoas,O Instituto atende homens, mulheres, jovens e adolescentes apresentando uma porcentagem expressiva de pessoas com resultado considerado satisfatório e de muita alegria, não só para Irma Ivone e todos do Instituto Casa Belém, para as famílias que hoje vivem em paz e com a esperança de novos dias, novas oportunidades. ”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *