DEPENDÊNCIA DE DROGA: 7 CAUSAS DESTA EPIDEMIA NO BRASIL

Espalhe essa notícia:

Foto da maior cracolândia do país, a da região da Luz, no centro de SP. Foto de CARLOS TORRES, publicada no livro “Guerra pela vida”, que escrevi para o Instituto Jovem Pan.

1)Dependência de droga: faltam campanhas de prevenção – apesar de leis determinarem- e falta tratamento eficaz na rede pública para combater a epidemia, que já tem cracolândias em 85% das cidades brasileiras, COM aumento do número de casos nesta pandemia da COVID-19. E aumento também DA VIOLÊNCIA nas cidades ,porque grande número de dependentes paga a droga com furtos e assaltos, revela pesquisa da Universidade Federal de São Paulo e da UNIAD na maior cracolândia do Brasil, a da Estação da Luz, região central de SP .

2)Dependência de droga:municípios, estados e governo federal NÃO SABEM QUANTOS DEPENDENTES DE DROGAS, DE FATO, HÁ NO BRASIL porque não realizam pesquisas. A última, de 2012, da Universidade Federal de São Paulo , já alertava: Brasil tem 28 milhões de famílias com dependente de droga.

3) Dependência de droga: municípios NÃO têm atendimento por serviço de 0800 para orientar famílias sobre a doença e onde buscar tratamento, apesar do número de casos estar aumentando nesta pandemia da Covid-19.

4) Dependência de droga: sem campanhas municipal, estadual e federal de prevenção obrigatórias em emissoras de rádio e tevê, famílias desconhecem essa grave doença, portanto, demoram na busca do tratamento. Fato grave, alertam médicos, explicando que CONHECER OS SINTOMAS DE UMA DOENÇA, QUE JÁ CAUSA EPIDEMIA NO PAÍS, SIGNIFICA TRATAR LOGO NO INÍCIO, PORTANTO MELHORES RESULTADOS NA RECUPERAÇÃO.

5) Dependência de droga: estados e municípios NÃO cumprem a lei federal 13.840/2019 PARA INTERNAÇÃO INVOLUNTÁRIA, de adolescentes e adultos, EM HOSPITAIS DO SUS, com autorização médica MAS SEM NECESSIDADE DE ORDEM JUDICIAL. Internação Involuntária para dependentes que colocam em risco suas vidas e a de terceiros, casos de cracolândias, por exemplo.

6) Dependência de droga: a falta de tratamento logo no início da doença, aumenta o número de adolescentes aliciados pelo tráfico para manterem sua dependência.

7) Portanto, é PRECISO, com urgência, cumprir o que determina o Decreto Federal 9.761/2019: “Ações necessitam ser realizadas de forma articulada e cooperada, envolvendo o governo e a sociedade civil, alcançando as esferas de prevenção, tratamento, acolhimento, recuperação, apoio e mútua ajuda, reinserção social, ações de combate ao tráfico e ao crime organizado, e ampliação da segurança pública.” É URGENTE, DESDE 2019. MAS ATÉ AGORA SEM RESPOSTAS DE ESTADOS E MUNICÍPIOS AO MINISTÉRIO DA SAÚDE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *