Dependência de droga, causa de 41% das internações no hospital psiquiátrico referência no país

Espalhe essa notícia:

DEPENDÊNCIA DE DROGA TEM SIDO A CAUSA DE 41% DAS INTERNAÇÕES NO HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PROFESSOR SEVERINO LOPES, referência para inúmeras cidades no tratamento de dependentes e doentes mentais. Em entrevista ao Diário Antidrogas,a Gerente de Serviços de Saúde, psicóloga Nayran Cardoso, alerta para as drogas que causam internações: “BEBIDA ALCOÓLICA, MACONHA, CRACK , além de outras que também causam graves crises. As altas taxas de stress associadas a acontecimentos catastróficos, como a pandemia do coronavírus, induzem ao uso abusivo de álcool e drogas e, nos casos mais dramáticos, ao comportamento suicida. ”

Psicóloga Nayran Cardoso, Gerente dos Serviços de Saúde no Hospital Psiquiátrico Severino Lopes, em Natal, capital do Rio Grande do Norte

O HOSPITAL PSIQUIÁTRICO PROFESSOR SEVERINO LOPES É O PRIMEIRO “CENTRO DE REFERÊNCIA EM DEPENDÊNCIA QUÍMICA” no Brasil, RECONHECIDO PELA SECRETARIA NACIONAL DE CUIDADOS E PREVENÇÃO ÀS DROGAS, DO MINISTÉRIO DA CIDADANIA.

Hospital que está completando 65 anos, em NATAL, capital do Rio Grande do Norte,com atendimento gratuito às famílias por ser filantrópico, porque é mantido pela Sociedade Professor Heitor Carrilho. Sociedade criada pelo psiquiatra SEVERINO LOPES, em 05 de abril de 1955, com o advogado Eider Furtado, médico Adoasto Zacarias e os empresários Militão Chaves, Raimundo Chaves e Rui Paiva. A Instituição também atende pelo SUS- Sistema Único de Saúde.

Equipe médica e profissionais homenageados na Câmara dos Deputados, em Brasília, com a entrega, em 20 de outubro, do“Prêmio Nise da Silveira de Boas Práticas e Inclusão em Saúde Mental”.

Em entrevista ao Diário Antidrogas, a Gerente de Serviços de Saúde do Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes, psicóloga Nayran Cardoso,explica a importância da família no tratamento e informa o número de doentes atendidos,por mês:

130 pacientes na urgência psiquiátrica 24 horas;

-120 na internação psiquiátrica;

– 400 atendidos por psiquiatras e psicólogos no ambulatório.

A presença da família no contexto da assistência em saúde é de suma importância no sentido da corresponsabilização e da necessidade de construção de vínculos, orientação quanto ao processo de tratamento e encaminhamentos de acordo com a demanda de cada contexto familiar o qual o paciente está inserido.

CONHEÇA O HOSPITAL PSIQUIÁTRICO DEFINIDO COMO PRIMEIRO “CENTRO DE REFERÊNCIA EM DEPENDÊNCIA QUÍMICA” NO BRASIL E COM EQUIPE HOMENAGEADA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS , NA ENTREVISTA, AO DIÁRIO ANTIDROGAS, DE SUA GERENTE DE SERVIÇOS DE SAÚDE , PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO:

DIÁRIO ANTIDROGAS -O que diferencia este hospital especializado no tratamento de doentes mentais e dependentes químicos?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO – O Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes (HPPSL) localizado na cidade do Natal/RN, fundado há 65 anos, pelo médico psiquiatra e professor universitário Severino Lopes, é uma entidade filantrópica que oferta assistência especializada no tratamento a pessoas com transtornos mentais e dependência química. Recentemente foi reconhecido, à luz da Portaria nº 437, de 13 de julho de 2020, pela Secretaria Nacional de Cuidado e Prevenção às Drogas, do Ministério da Cidadania (SENAPRED), como sendo um Centro de Referência em Dependência Química (CEREDEQ). O HPPSL tornou-se o primeiro hospital no Brasil a receber este título pelo Governo Federal. Um dos principais legados do Dr. Severino Lopes, está na valorização e fomento ao ensino e pesquisa em serviço. Possui parceria com instituições de ensino superior e técnico, tornando-se um vasto cenário e campo cativo de estágios e pesquisas. Um outro legado está na cultura de valorização e capacitação do corpo técnico da instituição. Para tanto, a gestão do hospital investe com regularidade na capacitação dos profissionais, assim como, em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), promoveu a primeira turma de Especialização em Dependência Química para a equipe interdisciplinar. O diferencial do HPPSL está no contexto de uma assistência psiquiátrica humanizada, balizada por preceitos técnicos e científicos. Além da assistência clínica, os pacientes possuem uma gama de atividades complementares que irão subsidiar a assistência do início ao fim do processo de internação. O Projeto Terapêutico Singular é construído em consonância com a necessidade de cada paciente, considerando o seu contexto de vida e singularidades.

DIÁRIO ANTIDROGAS -Quantos pacientes são atendidos por mês?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO – O Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes oferta serviços nas seguintes áreas: urgência psiquiátrica, ambulatório (especialidades psicologia e psiquiatria para convênios e particular) e internação psiquiátrica para tratamento de transtornos mentais e dependência química. Mensalmente, são atendidos em média, 130 pacientes na urgência psiquiátrica 24 horas. Para internação psiquiátrica, são em média 120 pacientes internados. Por fim, são atendidos no ambulatório, tanto de psicologia como de psiquiatria, uma média de 400 pacientes. Importante ressaltar que a Instituição atende a rede complementar e suplementar ao Sistema único de Saúde – SUS.

DIÁRIO ANTIDROGAS – Eles vêm de quais cidades?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO – Os pacientes atendidos no hospital, em sua grande maioria, são da grande Natal-RN, composto de 15 municípios, contudo, existe uma outra grande parcela de pacientes assistidos, de outras cidades do interior do estado.

DIÁRIO ANTIDROGAS-A maioria é dependente de droga? Qual droga ou quais drogas?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO– Atualmente, cerca de 41% dos pacientes internados fazem uso de substancias psicoativas, dentre as mais utilizadas estão álcool, maconha, crack e outras substâncias psicoativas.

DIÁRIO ANTIDROGAS-Qual o tempo de internação e como é a assistência às famílias?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO – O tempo de internação na instituição depende da necessidade e processo de tratamento de cada paciente, avaliado pelo médico psiquiatra assistente e equipe interdisciplinar. A presença da família no contexto da assistência em saúde é de suma importância no sentido da corresponsabilização e da necessidade de construção de vínculos, orientação quanto ao processo de tratamento e encaminhamentos de acordo com a demanda de cada contexto familiar o qual o paciente está inserido. As famílias recebem suporte por toda a equipe assistencial do hospital. Cada profissional possui agenda disponível para atendimento aos responsáveis que passam pelo processo de escuta qualificada, anamneses, orientações e encaminhamentos para a rede de serviços de saúde, assistência social, previdência social ou mesmo para assistência jurídica.

DIÁRIO ANTIDROGAS-Quantos psiquiatras há na equipe?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO -Atualmente compõe a equipe 10 médicos psiquiatras assistentes, 02 médicos clínicos, 13 médicos plantonistas na escala de plantão da urgência e assistência psiquiátrica 24h.

DIÁRIO ANTIDROGAS-No tratamento de dependentes adotado pelos senhores, qual o índice de recuperação?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO -O Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes integra a Rede de Atenção psicossocial, é dentro os serviços assistências, o hospital atenua durante os períodos de agudização dos sintomas das doenças mentais e no tratamento para dependência química, como parte do processo de tratamento que tem continuidade de forma extra hospitalar.

DIÁRIO ANTIDROGAS -Como os senhores avaliam a dependência de drogas hoje em Natal e no Brasil?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO – O uso e a dependência de substâncias psicoativas no Brasil hoje apresentam números crescentes em relação ao consumo de diversas substâncias. De acordo com um relatório produzido pela Organização Mundial da Saúde, as altas taxas de stress associadas a acontecimentos catastróficos, como a pandemia do coronavírus, induzem ao uso abusivo de álcool e drogas e, nos casos mais dramáticos, ao comportamento suicida.

DIÁRIO ANTIDROGAS– Toda a verba necessária ao Hospital vem da Sociedade Professor Heitor Carrilho?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO -Sim, toda a verba necessária advém da Sociedade Professor Heitor Carrilho, entidade beneficente e mantenedora do Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes.

DIÁRIO ANTIDROGAS- Ao se tornar a primeira instituição psiquiátrica do Brasil credenciada pelo Ministério da Cidadania como Centro de Referência em Dependência Química, foram procurados por outras instituições para conhecer o modelo de tratamento adotado?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO –No momento, somos procurados por instituições de ensino superior e técnico para viabilizar visitas técnicas e estágios na área da saúde mental.

DIÁRIO ANTIDROGAS- O que representou para a equipe deste importante hospital, o Prêmio Nise da Silveira?

PSICÓLOGA NAYRAN CARDOSO – Nise da Silveira introduziu a arte como forma de expressão do sofrimento e a valorização de abordagens terapêuticas complementares de forma a estimular os sentimos positivos, torna esse certame de premiação como agraciar o trabalho que a instituição vem realizado ao longo dos 65 anos de história de assistência psiquiátrica no Rio Grande do Norte, conduzida pelo Dr Severino Lopes, de forma a fomentar a assistência qualificada e humana. Nos sentimentos honrados em reconhecer o trabalho e empenho de toda a equipe da instituição que tem buscado qualificação técnica para melhorar a assistência prestada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *