Grande vitória do Brasil no combate ao tráfico de drogas, anuncia o dr. Quirino Cordeiro Jr

Espalhe essa notícia:

600 milhões de reais , valor de bens apreendidos pelo governo federal em ações contra narcotraficantes no Brasil , nos últimos 3 anos. Numa nova estratégia, o governo federal retira milhões de reais e bens de traficantes para doar a instituições que trabalham com prevenção às drogas e recuperação de dependentes.

As explicações são do Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, psiquiatra Quirino Cordeiro Jr., do Ministério da Cidadania, nesta quinta-feira ao “Metrópole em foco contra as drogas”, que apresento na Rádio Trianon AM 740, no programa de Pedro Nastri, “Metrópole em foco”.

Com a palavra, o o doutor Quirino Cordeiro Jr. :

“Nos últimos três anos foram arrecadados mais de 600 milhões de reais por meio de leilões. Só no ano passado, foram arrecadados 360 milhões de reais. E a expectativa é que neste ano de 2022, esses números sejam ainda maiores.

A PRIMEIRA DOAÇÃO DE IMÓVEL APREENDIDO DO NARCOTRÁFICO foi na semana passada, no dia 10 de março. O governo federal realizou em Minas Gerais, cerimônia da primeira doação em definitivo de um imóvel apreendido do narcotráfico para uma entidade que trabalha na recuperação de pessoas com dependência química. A entidade agraciada foi a Comunidade Terapêutica Fazenda Renascer.

ESTA É UMA AÇÃO INÉDITA do governo federal e tem como objetivo descapitalizar o crime organizado ligado ao narcotráfico e também fortalecer as entidades que trabalham tanto na área de prevenção às drogas como também na recuperação de dependentes químicos.

Com isso, então, o governo federal busca matar dois coelhos numa cajadada só. Ou seja, busca reduzir o poder econômico- financeiro do narcotráfico e ofertar melhores condições de trabalho às entidades que militam e atuam na área de prevenção às drogas e também na recuperação de pessoas que, infelizmente, enveredaram pelo mundo das drogas.

O governo federal também, em ação inédita, nos últimos meses, vem trabalhando na doação de veículos apreendidos com o narcotráfico.

Além das doações, o governo federal tem realizado leilões desses bens apreendidos do narcotráfico.Isso tudo só tem sido possível por conta da publicação da LEI 13.886, originária de Medida Provisória 885, encaminhada pelo governo federal ao congresso, que prevê a alienação antecipada dos bens do narcotráfico. Ou seja, antes mesmo de finalizar o trâmite do processo judicial contra o narcotraficante ,por conta da aprovação dessa nova LEI, a 13.886, já é possível retirar bens do narcotraficante, e com isso, então, doar esses bens às entidades que trabalham tanto na prevenção às drogas como também na recuperação de dependentes químicos, como também leiloar esses bens.

Esta é uma iniciativa muito importante do governo federal , mostrando todo o interesse em atuar de maneira contundente contra o crime organizado ligado ao narcotráfico no país. Essa estratégia de retirar os bens do narcotráfico , ainda durante o processo judicial, e dar mais celeridade na gestão desse bens, leiloando ou fazendo a sua doação, tem sido uma estratégia muito efetiva realizada em vários países que têm enfrentado com sucesso o crime organizado. E é esse o caminho que o Brasil tem trilhado a partir de agora.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *