Internação Involuntária para dependentes:mães do Distrito Federal e de 12 estados vão exigir dos candidatos nas eleições deste ano

Espalhe essa notícia:

Até quando políticos vão continuar ignorando as desgraças sofridas pela maioria dos seus eleitores, vítimas de cracolândias e da banalização do uso de drogas no país?

Vão cobrar dos políticos , neste ano de eleições, mães de dependentes de drogas do Distrito Federal e de 12 estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Alagoas, Ceará, Pará e Roraima.

MÃES QUE PARTICIPAM DE MOVIMENTO INÉDITO NO BRASIL, CHAMADO “MÃES UNIDAS”, criado em março por Roberto e Renata Brunelli, da FEBRACI- Federação Brasileira das Clínicas Especializadas em Dependência Química, em Santa Rosa do Viterbo, cidade paulista a 298 quilômetros da capital. A participação é pelo WhatsApp (16) 99160-9798.

Roberto Brunelli é Assistente Social especializado em Saúde Coletiva, pós-graduado em Direito Médico e autor de dois livros sobre Dependência Química.

Renata Brunelli é Gestora Pública ,especialista em terapia famíliar.

Renata Brunelli, presidente da FEBRACI, explica:

“O objetivo do MÃES UNIDAS é obrigar prefeitos cumprirem nos hospitais de seus municípios a lei federal 13.840/2019, que autoriza a Internação Involuntária de dependentes que colocam em risco suas vidas e a de terceiros, sem necessidade de ordem judicial, mas determinada por psiquiatra especializado em dependência de drogas.”

Roberto Brunelli, fundador da FEBRACI, alerta:

“O não cumprimento da lei federal 13.840/2019 pelos hospitais públicos no país, deixam sem tratamento com recuperação dependentes em cracolândias de 85% das cidades brasileiras, doentes graves que colocam em risco suas famílias e terceiros em seus municíios.” Brunelli cita números da Confederação Nacional dos Municípios, que denuncia em sua página Observatório do Crack: “85% dos municípios brasileiros têm cracolândias”.

COM O “MÃES UNIDAS”, O CASAL ROBERTO E RENATA BRUNELLI CRIOU MOVIMENTO SINÔNIMO DE ESPERANÇA PARA MÃES QUE NUNCA DESISTIRAM DOS FILHOS DEPENDENTES.

Mães que enfrentam sofrimento e humilhação por não encontrarem na rede pública de suas cidades o que mais necessitam: tratamento que RECUPERE a pessoa mais importante de suas vidas, seus filhos.

Como Editora do site “Diário Antidrogas” e do “Metrópole em foco contra as drogas”, que apresento no programa do jornalista Pedro Nastri, “Metrópole em foco”, na Rádio Trianon AM 740, apoio o importante trabalho do casal Brunelli. Eles viajam pelo Brasil treinando equipes e orientando clínicas sobre as exigências do Conselho Federal de Medicina. Eu sou procurada por mães implorando pela Internação Involuntária em hospitais públicos , vagas que não conseguem em suas cidades, apesar da Internação Involuntária em hospitais públicos ser autorizada pelo Conselho Federal de Medicina e pela lei federal 13.840/2019.

Neste ano de eleições, portanto, vamos juntos cobrar dos partidos políticos programas que recuperem, de fato, os graves doentes da epidemia causada pelo uso de drogas no Brasil. E vamos divulgar os nomes dos candidatos que, de fato, PROVEM ser contra o uso de drogas e a favor da Internação Involuntária nos hospitais públicos ,defendendo as famílias no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *