“Dia das Mães? Comemorar o quê?”, choram mães de dependentes no Brasil das cracolândias

Domingo, 8 de maio, será mais um dia de imensa tristeza e vazio nas casas destas mães que moram em cidades onde o sofrimento devastador- perder filhos para as drogas – é ignorado por prefeitos, governadores, vereadores e deputados.

Inúmeros depoimentos no movimento “MÃES UNIDAS”, revelam a desumana realidade nesses municípios e estados que IGNORAM AS GRAVÍSSIMAS CONSEQUÊNCIAS de manterem cracolândias e de não terem, em suas redes de saúde, tratamento com recuperação para esses doentes graves.

Motivos da criação do“MÃES UNIDAS”, em março por Roberto e Renata Brunelli, da FEBRACI e que reúne mães de dependentes de drogas em risco no Distrito Federal e em 12 estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Alagoas, Ceará, Pará e Roraima.

Ler mais