“Quem pode salvar meu filho, dependente de crack?”, implora mãe de São Roque (SP)

Convido para ler a história de mãe de dependente de álcool e crack, que implora por tratamento para salvar o filho. Ela mora em São Roque (SP) e a solicitação para Internação Involuntária foi recusada pelo CAPS que informou “só tratar se o dependente aceitar”. O filho continua nas ruas de São Roque. Motivo do movimento “MÃES UNIDAS” ter enviado carta ao Prefeito de São Roque denunciando o caso e questionando porque em São Roque não é cumprida a lei federal 13.840/2019 , que autoriza a Internação Involuntária em hospital público, por três meses, SEM ORDEM JUDICIAL e quando solicitada por parente e avaliada por psiquiatra .
Convido para ler esta história, que retrata o sofrimento devastador de milhões de mães no Brasil das cracolândias e a carta ao Prefeito de São Roque.

Ler mais